sexta-feira, 8 de abril de 2011

poema combate

Gritos na cozinha
o fio cego da farsa
que pouco a pouco
se refaz e desgasta
no ir e vir dos risos sapos
faz-se prensa e forca amarga.

Até o sol nascer aguado
mesmo que há muitos palmos.

1 folhas:

Jefhcardoso disse...

E tudo corre de acordo com o espetáculo em “cartaz”. Vida de verdade, vida de mentiras, vida sofrida, vida feliz... Tudo faz parte de um acordo, cumplicidade mutua. Minto? Petraios, prazer estar aqui lendo e comentando! Grande abraço! Boas blogagens!

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)

Convido-te para que leia e comente http://jefhcardoso.blogspot.com

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails